Alberto Macedo: da adversidade à reconstrução – um novo capítulo na Prefeitura de Barra dos Coqueiros

By Victor Rafael jun 17, 2023

Alberto Macedo, prefeito de Barra dos Coqueiros.


Em uma análise da gestão de Alberto Macedo com um olhar externo, fica evidente que o tempo é um poderoso remédio, capaz de trazer aprendizados, possibilitar replanejamentos e colher resultados mais satisfatórios. Alberto hoje está colhendo os frutos de uma semeadura equivocada que o ensinou a planejar um futuro diferente, visando uma colheita mais próspera. Foram anos desafiadores para o prefeito, que enfrentou dificuldades com assessores desqualificados e parceiros desleais. Esta matéria não tem o intuito de apontar erros do passado, mas sim analisar as escolhas do presente.

É incontestável que a gestão de Alberto teve uma melhora significativa, de mais de 300%, desde que assumiu a prefeitura em 2021. Uma das peças fundamentais para essa transformação foi a substituição dos secretários em uma das pastas essenciais: a Secretaria de Governo.

Alberto iniciou seu mandato em 2021 prometendo uma gestão técnica, em contraponto ao populismo de seu antecessor, Airton Martins. No entanto, a parte técnica não passou de uma mera promessa, pois sua equipe era composta por amadores. Um exemplo disso foi a nomeação de sua filha, Taline Macedo, como secretária de governo, cargo que ocupou até o final de 2022. Essa escolha revelou que a combinação entre família e trabalho nem sempre funciona. Aliados do prefeito relataram que enfrentaram perseguição, falta de profissionalismo, atitudes pessoais, falta de conhecimento técnico e, principalmente, uma atmosfera de amadorismo. Por outro lado, Alberto sempre foi visto como acessível, educado e bem-intencionado. No entanto, um grande problema surgiu: as reclamações não chegavam ao prefeito, provavelmente por serem direcionadas à sua própria filha. Isso obscurecia a visão do prefeito e o tornava vulnerável.

Contudo, como mencionado no início desta matéria, o tempo é implacável e um grande professor. Foi necessário que a rejeição de Alberto Macedo atingisse cerca de 90% da população para que mudanças efetivas ocorressem, embora tenham demorado a chegar. Com o rompimento de diversos aliados que o acompanharam durante a eleição de 2020, Alberto se viu isolado e buscou apoio em um novo grupo: seus opositores de 2020. Esses opositores apontaram constantemente os erros do gestor e aceitaram participar de seu projeto com uma condição: a exoneração de Taline Macedo. Assim, Ariston Porto, uma figura já conhecida pelos barracoqueirenses, assumiu o cargo.

Ariston Porto, secretário de governo.

Ariston Porto, que anteriormente foi homem de confiança e secretário de governo do ex-prefeito Airton Martins, teve que fazer uma escolha crucial: passado ou futuro? Para ele, a decisão não foi tão difícil, e ele aceitou o novo desafio. Com vasta experiência e liberdade de trabalho, Ariston identificou cada erro e apresentou soluções inteligentes. Uma corrida pela recuperação do prestígio e da aprovação do prefeito Alberto se iniciou e não demorou muito para que os resultados fossem visíveis.

Alberto iniciou uma era de grandes obras, aprimorou sua comunicação com o povo, restaurou a reputação da prefeitura e agora cumpre seus acordos. Algo novo e positivo começou a se desenvolver, e o prefeito, que havia perdido a esperança de uma possível reeleição em 2024, agora a enxerga como um objetivo alcançável. Alberto anunciou o PAB (Programa Avança Barra), que contempla a pavimentação de ruas, a construção de creches e a reforma de praças. Publicamente, ele prometeu transformar Barra dos Coqueiros em um verdadeiro canteiro de obras. Uma nova era se inicia.

Nunca antes na história política de Barra dos Coqueiros uma reviravolta tão significativa foi observada, passando de impopularidade à possibilidade de reeleição.

No entanto, será que todas essas mudanças serão suficientes para curar as feridas no coração do povo? Resta aguardar os próximos capítulos dessa jornada chamada Prefeitura Municipal de Barra dos Coqueiros. É inegável que a escolha equivocada de assessores e secretários foi um dos problemas mais prejudiciais para o prefeito Alberto Macedo. Mas será isso o bastante para recuperar a confiança da população? O futuro nos dirá.

Alberto aprendeu uma lição valiosa: nem sempre os talentos internos são capazes de realizar milagres. No entanto, é importante reconhecer dificilmente essas habilidades são eficientes no setor público, especialmente sem a experiência necessária. Embora Taline Macedo possa ter muitas qualidades, não é isso que a história contará durante sua passagem pela secretaria de governo. Taline segue hoje no gabinete do senador Rogério Carvalho, onde realiza um trabalho importante.

Related Post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *