Governo cria grupo para viabilizar mundial de futebol feminino no Brasil

By Victor Rafael out 4, 2023

Seguindo a onda do “conselhão”, o presidente Luís Inácio Lula da Silva decidiu criar mais um Grupo de Trabalho colaborativo e sem remuneração dos integrantes. O objetivo é providenciar condições para que o Brasil seja candidato a sediar a próxima edição da Copa do Mundo de Futebol Feminino em 2027. A iniciativa foi publicada nesta quarta-feira, 4, no Diário Oficial da União, com o Decreto nº 11.724. Ainda não se sabe  se os trabalhos colaborativos com diversos setores da sociedade trazem de fato resultados.

O Brasil nunca sediou o campeonato feminino e terá que enfrentar outros concorrentes. Estão no páreo da candidatura África do Sul, Alemanha, Bélgica e Holanda, além de Estados Unidos. A decisão do vencedor será anunciada no 74º Congresso da Fifa, previsto para maio do ano que vem. Os países possuem um tempo razoável para se organizar.

Todos precisam cumprir uma série de exigências previstas no caderno de encargos da Federação Internacional de Futebol (Fifa). Trata-se de uma agenda que transcende a pasta esportiva. Inclui os ministérios da Educação, Saúde, da Justiça e Segurança Pública, das Cidades, das Comunicações, dos Direitos Humanos, entre outras.

Related Post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *